Anatomia dos Passes – Parte 3: Comparações entre Ligas

As partes 1 e 2 deste post foram dedicadas a entender algumas estatísticas descritivas e probabilidades associadas aos passes no Brasileirão 2017. O que o campeonato brasileiro tem de diferente dos campeonatos nacionais europeus? (Bom, para começar: Neymar, Messi, C. Ronaldo, 90% de lotação nos estádios, calendário, … Não, nada disso, vamos falar apenas sobre estatísticas de passes). Vamos comparar as estatísticas de passes entre o campeonato brasileiro e os campeonatos nacionais europeus. Os dados abrangem o Brasileirão 2017 (até a rodada 22), a Premiere League, La Liga e Bundesliga temporada 16/17. A definição de passe utilizada aqui não abrange cruzamentos e tiros de meta.

A primeira coisa que devemos olhar é como se distribuem as tentativas de passes. Como se comportam as distribuições de tentativas de passes no Brasileirão 2017, Premiere League 16/17, La Liga 16/17 e Bundesliga 16/17? As Figuras 1 e 2 mostram a distribuição das tentativas de passes, suas médias e variâncias.

Figura 1

POST3_FIG1
Distribuição de tentativas de passes. Comparação entre as 4 ligas.

 

Figura 2

POST3_FIG2
Boxplot com as médias e variâncias das distribuições de tentativas de passes.

 

Os formatos das distribuições são semelhantes, porém é possível notar um pequeno deslocamento para à direita na distribuição de algumas ligas. Para analisar melhor, vamos olhar as estatísticas descritivas das distribuições de tentativas de passes:

Tabela 1 – em números de tentativas de passes.

  Minimo Média Máximo Variância
Brasileirão 2017 703 930 1173 92.88
Bundesliga 16/17 701 978 1370 105.85
La Liga 16/17 751 960 1219 87.9
Premier League 16/17 746 972 1369 97.75

 

O Brasileirão é a competição com menor média de tentativas de passes, enquanto que a Bundesliga possui a maior média. As diferenças são pequenas. A quantidade de tentativas de passes sofre de um pequeno viés devido à diferença de tempo de bola rolando. O campeonato brasileiro possui menos tempo de bola rolado do que os demais campeonatos europeus, portanto, é natural que apresente, em média, um menor número de tentativas de passes. O ideal seria compararmos o número de tentativas de passe corrigidos pelo tempo de bola rolando. Porém, não temos os dados de tempo de bola rolando de cada partida dos campeonatos nacionais. Mas as Figuras 1 e 2 nos dão uma indicação de que as tentativas de passe não são muito diferentes entre as ligas.

Vamos olhar para o percentual de passes certos em cada liga. No Brasileirão 2017, o percentual de acerto de passes é de 80,2%, enquanto que na Premier League, La Liga e Bundesliga (temporada 16/17) os percentuais de acerto de passes foram 78,9%, 78,7%, e 76,8%. O Brasileirão deste ano tem apresentado um percentual de passes certos acima das ligas europeias. É surpreendente que os passes no Brasileirão sejam mais precisos do que nas ligas europeias, porém, o campeonato brasileiro ainda não acabou. Esse percentual pode cair até o fim do campeonato. No Brasileirão de 2016, por exemplo, o percentual de passes certos foi de 78,4%, percentual maior do que da Bundesliga 16/17, porém menor do que na La Liga e Premier League. Então, é possível que na reta final do Brasileirão deste ano, o percentual venha a convergir para um percentual em torno de 78%, como ocorreu nas ligas europeias na temporada 16/17. Contudo, o fato é que, até aqui, digo rodada 22, o Brasileirão deste ano tem percentual de acerto de passes acima das 3 principais ligas europeias na temporada 16/17.

Outras estatísticas de passes importantes são as sequências de passes. Quais os percentuais de passes que terminam com apenas 1 passe? Com mais de 7 passes? As distribuições das sequências de passes também são muito semelhantes entre as ligas brasileira e europeias, veja na Figura 3.

Figura3

POST3_FIG3
Distribuição das sequências de passes por liga. Trata-se do percentual de passes que terminam com 1,2,3,4,5,6 ou 7+ passes.

 

As distribuições de sequências de passes apresentam o mesmo padrão nas 4 ligas! No Brasileirão temos 17,15% dos passes associados a sequências de 7 ou mais passes. É o segundo maior percentual, apenas na Premier League o percentual de sequências longas de passes (7+passes) foi maior, 18,16% respectivamente. Na Bundesliga esse percentual foi de 16,72% e na La Liga foi de 16,07%. Porém, as diferenças são pequenas. A diferença entre a Premier League e a La Liga foi de 2,09% para o percentual de sequências de 7 ou mais passes. Porém, essas duas ligas apresentam percentuais muito próximos para as outras sequências. A Premier League apresentou o maior percentual de sequências longas de passes, mas a diferença percentual é pequena. A Figura 3 mostra que os clubes ingleses, espanhóis e alemães completam sequências de passes tão longas quanto os clubes brasileiros.

No geral, quando olhamos para as distribuições de tentativas de passes, para o percentual de passes certos, e para as distribuições de sequências de passes, vemos que o passe é igual no Brasil, Inglaterra, Espanha e Alemanha. Não há muita diferença nas estatísticas de passe entre esses campeonatos nacionais.

Mas como explicar a “escola alemã” de futebol? E as academias para a formação de atletas? Os fundamentos, técnicas e a filosofia de jogo moderno da Alemanha desde as categorias de base? Não fazem diferença na hora de passar a bola?

E quanto ao tiki-taka espanhol? Passes curtos e precisos com posse de bola e alta movimentação. Não deveriam impactar em melhores passadores na La Liga em relação ao campeonato brasileiro?

Os clubes ingleses, sempre com muito dinheiro, não deveriam ter melhores passadores do que os que atuam no Brasil? Como pode o campeonato brasileiro, com menor nível técnico do que as ligas europeias, apresentar estatísticas de passe tão similares?

Bom, os dados agregados nos dão uma ideia de como a bola é passada nas diferentes ligas. Mas vamos olhar para as estatísticas de passe por clubes para entender melhor se há alguma outra diferença que não podemos enxergar nos dados agregados. Qual a variabilidade das estatísticas de passe DENTRO de cada liga? A análise por clube vai nos ajudar a entender melhor essas estatísticas agregadas. Abaixo seguem as tabelas com as estatísticas de passe para cada liga. PC = percentual de passes certos, DM = distância média dos passes (em metros), 1P = percentual de sequência de apenas um passe, 2P =  percentual de sequência de dois passes, etc.

Tabela 2 – Brasileirão 2017 (dados em percentual %, salvo DM que está em metros)

Clube PC DM 1P 2P 3P 4P 5P 6P 7+P
1 Gremio 0.83 5.57 22.05 17.16 12.81 9.80 7.70 6.03 24.45
2 Corinthians 0.84 5.33 23.57 17.83 13.00 9.67 7.49 5.98 22.45
3 Flamengo 0.84 5.34 24.06 17.71 12.76 9.80 7.66 6.07 21.95
4 Santos FC 0.83 5.55 23.36 17.73 12.95 10.12 7.97 6.36 21.51
5 Palmeiras 0.82 5.81 25.02 18.72 12.86 9.55 7.39 5.90 20.56
6 Fluminense 0.81 6.65 27.78 17.91 12.17 8.99 7.01 5.66 20.47
7 Atletico PR 0.82 5.64 23.72 19.03 13.91 10.37 8.23 6.28 18.46
8 Sao Paulo 0.83 5.34 25.20 19.28 13.85 10.16 7.67 5.81 18.03
9 Cruzeiro 0.82 5.74 25.69 19.40 13.78 10.06 7.54 5.81 17.71
10 Ponte Preta 0.79 6.84 28.13 19.66 12.99 9.68 7.25 5.42 16.88
11 Botafogo RJ 0.78 6.94 29.56 20.35 13.21 9.18 6.62 4.90 16.18
12 Sport 0.80 5.98 27.95 19.89 13.76 9.87 7.25 5.56 15.72
13 Atletico MG 0.80 6.23 27.77 20.01 13.81 10.03 7.51 5.55 15.33
14 Bahia 0.80 6.04 28.15 20.30 13.92 10.06 7.38 5.37 14.82
15 Vitoria 0.77 7.22 31.30 20.72 13.00 9.05 6.67 5.12 14.13
16 Vasco da Gama 0.79 6.40 30.65 21.49 13.66 9.55 7.21 5.00 12.43
17 Atletico GO 0.76 8.04 34.05 21.51 13.06 9.06 6.31 4.43 11.58
18 Coritiba 0.77 7.69 32.32 21.67 13.89 9.76 6.78 4.80 10.79
19 Chapecoense AF 0.76 7.62 34.52 22.74 14.02 8.97 5.97 4.09 9.69
20 Avai FC 0.75 8.44 35.13 22.22 13.89 8.99 6.45 4.21 9.11
Média 0.80 6.42 28 19.7 13.3 9.64 7.20 5.42 16.61
Variância 0.079 0.93 15.9 2.66 0.29 0.2 0.34 0.45 19.91

Tabela 2 ordenada por percentual de sequências de 7 ou mais passes (do maior para o menor). O Grêmio é o clube que mais completa sequências longas de sete ou mais passes (em percentual). Cerca de 24,45% das sequências de passes certos do Grêmio são de sete ou mais passes. Percentual semelhante ao do Arsenal (24,26%) e um pouco menor do que o Barcelona (24,79%, confira nas próximas tabelas). Porém, o Grêmio possui uma taxa de acerto de passes menor do que Arsenal e Barcelona.

 

Tabela 3 – Espanhol 16/17 (dados em percentual %, salvo DM que está em metros)

Clube PC DM 1P 2P 3P 4P 5P 6P 7+P
1 Barcelona 0.87 3.62 20.33 16.88 13.05 10.35 8.12 6.49 24.79
2 Real Madrid 0.87 4.42 22.17 17.81 13.20 9.96 7.89 6.26 22.72
3 Las Palmas 0.85 4.31 22.86 18.10 13.41 10.08 7.67 5.96 21.92
4 Sevilla 0.82 5.02 25.25 19.11 13.58 9.97 7.50 5.58 19.01
5 Real Sociedad 0.81 5.28 26.73 19.65 13.84 9.81 7.22 5.40 17.36
6 Villarreal 0.81 6.07 25.38 18.61 13.09 9.80 7.49 5.62 20.00
7 Valencia 0.80 6.43 28.56 19.74 13.38 9.36 7.14 5.22 16.60
8 Celta Vigo 0.79 6.32 27.84 19.25 13.08 9.53 7.15 5.37 17.78
9 Atletico 0.79 6.23 28.41 20.10 13.13 9.17 6.79 5.11 17.29
10 Deportivo 0.78 7.20 30.96 20.56 12.93 8.87 6.28 4.66 15.75
11 Granada 0.77 7.30 31.89 21.16 13.61 9.34 6.52 4.72 12.76
12 Alaves 0.76 7.42 31.56 20.62 13.09 9.09 6.64 4.98 14.02
13 Real Betis 0.76 6.53 30.52 21.30 13.93 9.53 6.72 4.82 13.18
14 Malaga 0.76 7.37 34.16 21.59 13.94 9.16 6.27 4.45 10.45
15 Athletic Club 0.76 6.81 33.21 21.35 13.42 9.24 6.62 4.68 11.47
16 Espanyol 0.76 7.11 31.83 21.46 13.36 9.37 6.62 4.90 12.45
17 Sporting Gijon 0.73 8.22 35.98 22.63 13.65 8.60 5.82 3.89 9.43
18 Eibar 0.71 8.35 36.94 22.77 13.45 8.30 5.50 3.90 9.14
19 Leganes 0.71 8.77 37.85 23.11 13.52 8.38 5.52 3.61 8.02
20 Osasuna 0.69 9.46 40.79 24.09 13.23 7.88 4.78 3.25 5.97
Média 0.78 6.61 30.16 20.49 13.39 9.29 6.71 4.94 15.00
Variância 0.24 2.35 29.97 3.57 0.09 0.41 0.74 0.73 26.88

Tabela 3 ordenada por percentual de sequências de 7 ou mais passes (do maior para o menor). Barcelona e Real Madrid possuem uma alta taxa de acerto de passes (87% para ambos), porém o Barcelona é o clube espanhol que mais completa sequências longas de passes, 24,79% contra 22,72% do Real Madrid (quase o mesmo percentual do Corinthians, confira na Tabela 2). Tanto a taxa de acerto, quanto o percentual de sequências longas cai bastante quando descemos na tabela. O último colocado nos dois quesitos (acerto de passes e sequência de passes) foi o Osasuna, que terminou a liga espanhola na penúltima colocação. O Osasuna acertou apenas 69% (o pior clube brasileiro neste quesito foi o Avaí, com 75% de acerto de passes) das tentativas de passes. Além disso, apenas 5,97% das sequências de passes do Osasuna terminaram com 7 ou mais passes (o pior brasileiro é o Avaí com 9,11%).

Tabela 4 – Inglês 16/17 (dados em percentual %, salvo DM que está em metros)

Clube PC DM 1P 2P 3P 4P 5P 6P 7+P
1 Manchester City 0.86 3.96 20.77 16.15 12.18 9.54 7.70 6.31 27.36
2 Manchester United 0.84 4.99 22.79 17.36 12.26 9.27 7.18 6.00 25.43
3 Arsenal 0.84 5.11 22.43 17.59 12.55 9.69 7.58 5.90 24.26
4 Liverpool 0.82 5.31 23.67 18.05 12.74 9.49 7.52 5.80 22.73
5 Chelsea 0.84 4.90 24.38 18.32 12.90 9.76 7.61 5.86 21.17
6 Tottenham 0.82 5.48 24.35 18.72 13.19 9.82 7.38 5.75 20.79
7 Everton 0.79 6.68 27.65 19.10 12.50 8.97 6.73 5.25 19.79
8 Southampton 0.80 5.88 26.36 19.23 13.00 9.49 7.34 5.65 18.93
9 Bournemouth 0.81 5.68 24.51 19.43 13.78 10.19 7.66 5.79 18.65
10 Hull 0.77 7.00 28.46 20.00 13.50 9.41 6.72 5.07 16.83
11 Middlesbrough 0.77 7.01 29.27 19.67 13.20 9.50 6.90 5.16 16.31
12 Swansea 0.79 6.94 28.02 20.11 13.48 9.79 7.20 5.45 15.94
13 West Ham 0.78 7.18 29.62 20.30 13.36 9.77 6.99 5.16 14.80
14 Watford 0.74 7.94 34.82 21.12 12.85 8.59 6.24 4.27 12.11
15 Stoke 0.75 8.00 33.86 21.35 13.46 8.81 6.25 4.44 11.83
16 Sunderland 0.73 9.16 35.67 22.07 13.13 8.42 5.82 4.18 10.71
17 Crystal Palace 0.73 8.68 36.05 22.82 13.39 8.27 5.64 3.85 9.98
18 Burnley 0.68 10.29 38.11 21.91 12.49 8.37 5.61 3.95 9.56
19 Leicester 0.70 8.90 38.40 21.93 12.90 8.08 5.48 3.82 9.39
20 West Brom 0.70 9.78 39.24 23.15 13.19 8.23 5.26 3.55 7.37
Média 0.78 6.94 29.4 19.9 13 9.17 6.74 5.06 16.70
Variância 0.27 3.21 35.5 3.70 0.2 0.42 0.67 0.75 34.74

Tabela 4 ordenada por percentual de sequências de 7 ou mais passes (do maior para o menor). O Manchester City, de Guardiola, apresentou a melhor taxa de acerto de passes da liga inglesa, 86% de acerto. Também foi o clube que mais completou sequências longas de passes, uma taxa de 27,36%. É uma taxa muito alta. É um percentual 12% a maior do que o Grêmio, o melhor clube brasileiro neste quesito, e 10% a mais que o Barcelona do trio MSN.

Tabela 5 – Alemão 16/17 (dados em percentual %, salvo DM que está em metros)

Clube PC DM 1P 2P 3P 4P 5P 6P 7+P
1 Bayern 0.87 3.40 20.04 16.25 12.43 9.97 8.11 6.63 26.57
2 Bor Dortmund 0.82 4.77 21.96 16.38 12.06 9.72 7.81 6.51 25.56
3 Bor M.Gladbach 0.81 5.21 24.06 17.92 12.21 9.06 7.15 5.78 23.83
4 Hertha Berlin 0.77 6.55 27.99 18.70 11.99 8.49 6.53 5.16 21.14
5 Hoffenheim 0.83 5.18 25.01 19.25 13.52 9.63 7.39 5.70 19.49
6 Eint Frankfurt 0.76 6.91 30.01 19.96 12.65 8.91 6.43 4.83 17.21
7 Schalke 0.79 6.35 27.31 20.36 13.70 9.67 7.34 5.40 16.21
8 Wolfsburg 0.78 6.35 28.37 19.75 13.47 9.72 7.33 5.44 15.92
9 Leverkusen 0.78 6.29 29.87 20.46 13.26 9.35 6.81 5.04 15.20
10 Freiburg 0.73 8.08 30.91 20.92 13.15 9.04 6.67 4.84 14.46
11 Leipzig 0.75 6.88 32.90 21.00 12.83 8.74 6.40 4.62 13.51
12 FC Cologne 0.74 7.93 33.18 20.30 13.04 8.75 6.43 4.95 13.33
13 Werder Bremen 0.74 7.93 33.03 21.19 13.28 8.99 6.24 4.51 12.75
14 Augsburg 0.72 8.20 34.92 21.71 13.10 8.75 6.10 4.32 11.10
15 Mainz 0.70 8.62 38.30 22.40 13.14 8.19 5.58 3.89 8.50
16 Darmstadt 0.68 10.27 41.69 23.50 12.54 7.61 4.72 3.15 6.78
17 Hamburg 0.67 9.66 43.29 23.25 12.34 7.54 4.74 3.04 5.80
18 Ingolstadt 0.66 9.84 42.85 25.13 12.93 7.47 4.47 2.76 4.39
Média 0.76 7.133 31.43 20.47 12.87 8.87 6.46 4.81 15.10
Variância 0.33 3.442 47.15 5.37 0.27 0.60 1.09 1.19 42.41

Tabela 4 ordenada por percentual de sequências de 7 ou mais passes (do maior para o menor). O destaque na Bundesliga é o Bayern de Munique. O último campeão alemão acertou 87% das tentativas de passes e foi o clube mais completou sequências longas de passes, com um percentual de 26,57%.

 

Percentual de Acerto de Passes (PC):

Analisando essas tabelas podemos notar que a média do percentual de acerto de passes é muito parecida nas quatro ligas. Porém, a variância é muito menor no Brasileirão. A Figura abaixo deixa isso claro: a distribuição dos percentuais de acertos de passes do Brasileirão 2017 é mais “achatada” do que as demais distribuições. Em média, não há diferença entre o percentual de passes certos das 4 ligas. A diferença é que a variância é bem maior nas ligas europeias, ou seja, no Brasileirão, os clubes que erram mais passes (Avaí, Chapecoense e Atlético GO) estão próximos da média do campeonato. Nas ligas europeias, os piores passadores (Osasuna, Leganes e Eibar; Inglostad, Hamburgo e Darmstad; Burnley, Leicester e West Brom) erram muito mais do que a média das suas respectivas ligas. Osasuna, Darmstad e Burnley, apresentaram taxas de acerto de passes de 69%, 66% e 68%, respectivamente. Esses clubes erram muito mais passes do que o pior passador do Brasileirão (em termos percentuais), no caso o Avaí, com 75% de acerto.

 

Figura 4

DIST_PC_COMPARACAO
Distribuição dos percentuais de acertos de passes. podemos notar que a distribuição para o Brasileirão 2017 é mais “achatada” do que as demais distribuições. Isso se reflete em uma menor variância. Significa que a variabilidade dos dados é menor para o Brasileirão 2017.

Ao mesmo tempo, os melhores passadores das ligas europeias acertam mais passes do que os melhores passadores do Brasileirão. Barcelona, Bayern e Manchester City apresentaram percentuais de acerto de passes de 87%, 87% e 86%, respectivamente. Os três clubes brasileiros que acertam mais passes são Flamengo, Corinthians e Santos com percentuais de 84%, 84% e 83%, respectivamente. Portanto, os melhores clubes europeus passam melhor a bola do que os melhores clubes brasileiros. No entanto, os piores passadores europeus erram muito mais passes do que os piores passadores brasileiros (em termos percentuais).

 

Percentual de Sequências Longas de Passes (7+ passes):

As médias de percentual de sequências longas de passes é muito parecida nas 4 ligas. Mas novamente, o Brasileirão apresenta menor variância nesses percentuais. A título de comparação, os clubes europeus que realizam menos sequências longas são Osasuna, Ingolstad e West Brom, com percentuais de 5,97%, 4,39% e 7,37%, respectivamente. O clube brasileiro que menos completa sequencias de 7 ou mais passes é o Avaí, com um percentual de 9,11%. Mesmo sendo o clube brasileiro com o menor percentual de sequência longas de passes, o percentual do Avaí é 52% maior do que o do Osasuna, 107% maior do que o do Ingolstad e 23% maior do que o do West Brom. O clube brasileiro que erra mais passes e realiza as menores sequências de passes certos, possui números muito melhores do que os piores clubes europeus nestes quesitos. Esses são os resultados da comparação das estimativas pontuais.

Já os clubes europeus que realizam mais sequências longas de passes (percentualmente), Barcelona, Bayern e Manchester City, são levemente superiores aos melhores clubes brasileiros neste quesito. A comparação fica a seguinte:  Barcelona apresentou 29,8% de percentual de sequências longas de passes; Bayern apresentou percentual de 26,57%; e o Manchester City apresentou percentual de 27,36%. Já os clubes brasileiros apresentaram os seguintes percentuais: Grêmio, 24,45% (10% menor do que o percentual do Manchester City); Corinthians, 22,45% (18% menor do que o percentual do Manchester City); e Flamengo, 21,95% (19% menor do que o percentual do Manchester City). Portanto, os clubes brasileiros que melhor passam a bola, realizam sequências longas de passes em um percentual menor do que os melhores clubes europeus.

Conclusão:

O futebol é o mesmo em todo lugar do mundo. Vimos que no brasil, os clubes tentam passar a bola com praticamente a mesma frequência que nos campeonatos europeus. As distribuições de tentativas de passes são muito semelhantes (veja Figuras 1 e 2). As distribuições de sequências de passes também são muito parecidas nas 4 ligas. Em média, os clubes efetuam os mesmos percentuais de sequências de passes (veja Figura 3).

A média de acerto de passes é igual nas 4 ligas. Por incrível que pareça, os clubes brasileiros possuem a mesma média de acerto de passes dos clubes europeus. Porém,  a variância do percentual de acerto de passes é menor no Brasileirão; há menor dispersão no percentual de acerto de passes em relação aos campeonatos europeus. Os clubes europeus que melhor passam a bola, fazem isso ligeiramente melhor do que os melhores passadores do Brasileirão. Porém, os piores passadores das ligas europeias, erram muito mais passes (percentualmente) do que os piores passadores brasileiros. O Avaí, é o clube brasileiro que tem o pior percentual de acerto de passes; é o lanterna da tabela de melhores passadores do Brasileirão. O clube catarinense acerta 75% das tentativas de passe. Esse percentual é 52% maior do que o do Osasuna, 107% maior do que o do Ingolstad e 23% maior do que o do West Brom.

O mesmo ocorre no percentual de sequências longas de passes. Os clubes que, percentualmente, executam com sucesso mais sequências de 7 ou mais passes,  fazem isso ligeiramente melhor do que os clubes brasileiros. Porém, os clubes europeus com menor percentual de sequências longas, realizam muito menos sequências longas do que os brasileiros.

No geral, quando se trata de estatísticas de passes, os melhores clubes da Europa são melhores do que os clubes brasileiros. Já os piores clubes da Europa, são bem piores do que os seus pares brasileiros. Os clubes brasileiros são mais homogêneos nas estatísticas de passes.

 

 

 

 

Obs: As pequenas diferenças de percentuais entre as Tabelas 2,3,4,5 e a Figura 3 se deve à arrendondamentos. As médias das tabelas foram calculadas sobre os percentuais de cada clube arredondados na segunda casa depois da vírgula. Já os percentuais apresentados na Figura 3 foram calculados sem arredondamento. Foram realizados testes estatísticos de diferenças de médias e variâncias e o arredondamento não trouxe mudança nos resultados. Esses testes estatísticos foram omitidos do post devido à sua complexidade. Eles tornariam o texto menos atrativo. Qualquer dúvida entre em contato.

Os dados utilizados neste post foram retirados do site whoscored.com.

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s