Produtividade

Abaixo disponibilizamos estatísticas sobre a produtividade dos atacantes do brasileirão. Os dados são atualizados logo após o término de cada rodada.

ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 29/09/17
Dados atualizados até a rodada 25.

 

1) Assistências por Partida Vs Gols por partida: Gráfico cartesiano onde o eixo y mostra a média de assistências por partida. O eixo x mostra a média de gols por partida. Consideramos o número de partidas disputadas como os minutos jogados em todo o campeonato dividido por 90 minutos. Os jogadores elegíveis para este gráfico foram os que jogaram pelo menos 8 partidas (720 minutos), e possuem uma média de pelo menos 1 finalização por jogo. São excluídos os gols por pênalti.

Você pode acessar esse gráfico clicando aqui. Obs: basta passar o mouse sobre cada coordenada para visualizar o nome do jogador e seu respectivo clube.

 

2) Eficiência das Finalizações Vs. Volume de Finalizações: Gráfico cartesiano onde o eixo y mostra o percentual de finalizações que resulta em gol. Isso é o que chamamos neste gráfico de “Eficiência das Finalizações”. Para calcular essa variável utilizamos número de gols dividido pelo número de finalizações. O eixo x traz o número de finalizações médias por partida – simplesmente dividimos o número de finalizações de cada jogador pelo número de partidas disputadas. Consideramos o número de partidas disputadas como os minutos jogados em todo o campeonato dividido por 90 minutos. Os jogadores elegíveis para este gráfico foram os que jogaram pelo menos 8 partidas (720 minutos), possuem uma média de pelo menos 1 finalização por jogo, e marcaram pelo menos 1 gol. São excluídos os gols por pênalti.

Cada jogador é representado por uma “bola” (coordenada (x,y)) no gráfico. O tamanho da bola (coordenada) varia com a eficiência das finalizações. O jogador com maior percentual de gols por finalizações possui a bola de maior raio. Além disso, quanto mais vermelha for a coordenada, maior é o percentual de acerto das finalizações ao gol. o índice acerto no gol é computado pela cor e a magnitude está indicada na barra à direita chamada “InGoal.p”.

Você pode acessar esse gráfico clicando aqui. Obs: basta passar o mouse sobre cada coordenada para visualizar o nome do jogador e seu respectivo clube. A Tabela abaixo traz os 20 primeiro jogadores ordenados pelo percentual das finalizações que terminam em gol, ou seja, é o número de gols gols dividido pelo número de finalizações (entram finalizações no gols, para fora e bloqueadas). A colunas são: Gol = número de gols; A = número de assisências; InG.p = percentual das finalizações certas (no alvo);  G.p = percentual das finalizações que terminam em gol; GolpP = gols por partida; e ApP = assistências por partida.

 

Tabela 1 – Produtividade do Brasileirão 2017.

Jogador Clube Gol A InG.p G.p GolpP ApP
1 Régis Bahia 3 3 0.45 0.27 0.28 0.28
2 Corinthians 13 3 0.54 0.23 0.53 0.12
3 Santiago Tréllez Vitoria 5 1 0.43 0.22 0.45 0.09
4 Dudu Palmeiras 3 1 0.57 0.21 0.28 0.09
5 Sassá Cruzeiro 5 0 0.42 0.21 0.54 0.00
6 Roger Botafogo RJ 10 1 0.44 0.21 0.56 0.06
7 Lucas Marques Chapecoense AF 3 1 0.33 0.20 0.26 0.09
8 Alejandro Guerra Palmeiras 5 1 0.46 0.19 0.38 0.08
9 Michel Gremio 4 0 0.29 0.19 0.21 0.00
10 Henrique Dourado Fluminense 8 1 0.60 0.19 0.39 0.05
11 Sidcley Atletico PR 4 2 0.41 0.18 0.19 0.10
12 Wellington Silva Fluminense 2 2 0.45 0.18 0.21 0.21
13 Bruno Henrique Santos FC 6 5 0.50 0.18 0.30 0.25
14 Luiz Fernando Atletico GO 4 1 0.30 0.17 0.33 0.08
15 Kanu Vitoria 4 1 0.30 0.17 0.20 0.05
16 Willian Palmeiras 5 3 0.45 0.17 0.31 0.18
17 Everton Gremio 6 2 0.53 0.17 0.48 0.16
18 Orlando Berrío Flamengo 2 1 0.42 0.17 0.25 0.12
19 Deyverson Palmeiras 3 1 0.56 0.17 0.34 0.11
20 Osvaldo Sport 3 1 0.39 0.17 0.25 0.08

No futebol, eficiência das finalizações não é, por si só, a estatística mais importante. Diferente do basquete e basebol, no futebol o valor da posse de bola é muito menor. A bola troca de dono cerca de 400 vezes, em média, em uma partida de futebol. Além do mais nem toda a posse de bola acaba um uma finalização. portanto, o custo de perder a bola é muito menor no futebol do que em outros esportes. Nesse sentido, é importante quantificar a qualidade das oportunidades de finalização. Uma maneira de quantificar as “chances de gol” é através do Expected Goals (xG), ou gols esperados. Confira nossas estimativas (e metodologia utilizada) na sessão Expected Goals.